Pages

terça-feira, 16 de agosto de 2011

Tempo



O tempo que não passa

O tempo que passa rápido demais

O tempo da tristeza

O tempo da felicidade

O tempo da fome

O tempo de não ter tempo para nada

O tempo de ter tempo para tudo

O tempo dos que não tinham tempo

O tempo para viver aquilo que se chama de vida

O tempo para não ser mais

O tempo para ser mais

O tempo para não ser

O tempo para não sentir

O tempo para sorrir

O tempo para diminuir o tempo

O tempo para voar no tempo

O tempo para voltar no tempo

O tempo que não tenho mais

O tempo que não sei mais



O tempo...

12 comentários:

Atitude do pensar disse...

Menina, como ele permeia toda a nossa vida!
Mas ainda assim penso no que temos desenhado sobre ele, o quanto essa globalização tem trabalhado nele. No quanto nos tornamos escravos dessa nossa imposição e poderio sobre ele, no quanto falta sabedoria para o trabalharmos de boa forma. Resta-me ouvir Legião e sua fala acerca dele...

Fred Caju disse...

Trilha inevitável: http://www.youtube.com/watch?v=MYiahoYfPGk

Adriana Vargas de Aguiar disse...

O valor das coisas não está no tempo que elas duram, mas na intensidade com que acontecem. Por isso existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis.

Convido-a a conhecer meu blog, o clube dos novos autores que apóia o autor iniciante; ao segui-lo, você terá a oportunidade todo mês d ganhar livros em sorteios, em setembro serão 16 livros.
Um convite carinhoso a conhecer minha pequena biblioteca, encontra-se neste endereço http://www.bookess.com/profile/adrianasph/books/
Todos sem frete, adquirindo um, escolha outro como brinde e mimo meu para você, basta me enviar um email adrianavargas.ocadv@hotmail.com
Adriana!

Luis Eustáquio Soares disse...

tempo, tempo, tempo, quando tempo é impossível, o único que nos dignifica, amada filha; o tempo
de viver a intensidade do tempo, incorporando as outras intensidades, dos tempos vivos,
no coletivo de todos os tempos, aí
então o tempo será todo nosso, revolucionário, vital, sensacioal, porque todo nosso, de todos e de ninguém, como a poesia, a água, o ar,
o tempo de viver plenamente.
belo poema...
teamo
saudades
supadre

Há.dias.assim disse...

Apesar de tudo isso, o tempo é muito importante...
sobretudo se em cada dia arranjarmos tempo para fazer o que mais gostamos e estarmos com os amigos e a família. é para isso que o tempo serve.

Donnefar Skedar disse...

Ola, Belo post, o tempo é justo com quem o admira e eu espero ter mais tempo para admirar suas postagens. Uma ótima semana.
Visitando e passando as novidades do clube dos novos autores.
Aumentou a chance de você ser sorteado em setembro; o sorteio será feito se baseando nos comentários; o número de comentários que fez, será o número de vezes que seu nome estará no sorteio. Se indicar alguém, e seu livro for de um autor plus, você levará o seu livro e levará mais um, para quem te indicou o blog; se este que te indicou for sorteado, ele levará o livro dele e lhe dará outro de presente. Indique nosso cantinho.

Coral disse...

o tempo escorre por entre os dedos
como água ou areia
e ninguém consegue detê-lo

(adorei o novo layout do seu blogue)

beijos

heretico disse...

o tempo, esse grande escultor...

Canto da Boca disse...

Tá lindo, tá tudo muito bonito, Raíssa!
Gostei muito do novo layout. E fiquei pensando no tempo distorcido, mole, caótico, que nem "os relógios de salvador dali"...

beijinhos!

;)

heretico disse...

"o Tempo, esse grande escultor!"...

Raphael Michael disse...

O tempo de ter tempo para tudo...

Muito bom,
Se tiver TT envie que eu sigo.
Um beijo

Dan disse...

Raíssa, muito lindo tudo aqui.
Belas palavras você escreve!
Lhe seguindo agora. Me visite, ficarei feliz.

Bela semana. Beijo

Dan.

Postar um comentário